Zé Pereira ganha primeiro ecoponto da Capital; mais quatro serão entregues

Unidade  começa a funcionar em 26 de março

Começa a funcionar no próximo dia 26 de março o Ecoponto Panamá, o primeiro dos cinco unidades que serão instaladas em Campo Grande ao longo de 2018, conforme anuncio da Prefeitura nesta quinta-feira (1º). Segundo o município, nestes locais poderão ser depositados materiais como restos de galhos e podas de árvores, grama cortada e outros tipos de lixo seco, como eletrodomésticos inservíveis, móveis velhos, computadores e outros objetos afins, que atualmente são despejados no lixo comum.

Na primeira unidade, localizada na Rua Sagarana com Avenida Professor José Barbosa Hugo Rodrigues, no bairro Zé Pereira, a Prefeitura providenciou em área de 3.651 m² uma estrutura de cerca de 1.200 metros, ao custo de R$ 17,1 mil mensais. o gerenciamento ficará por conta da Solurb, que cuidará da triagem, controle de acesso e vigilância. No local, a capacidade de depósito de resíduos é de até 104 m³ – algo em torno de 20 caçambas/dia. O ecoponto funcionará de segunda a sábado, das 7 às 18 horas.

De acordo com a prefeitura, cada pessoa poderá levar até 1 m³/dia de resíduos, sendo 650 kg (resíduo seco) ou 850 kg (se úmido). Todavia, caçambeiros e empresas especializadas não poderão depositar materais nos ecopontos, somente nos aterros licenciados.

A Prefeitura também afirma que a Solurb ficará responsável pelo gerenciamento dos resíduos recebidos, que deverão passar por triagens e destinação à reciclagem, que ocorrerá na UTR (Unidade de Tratamento de Recicláveis da Prefeitura, onde 11 toneladas/dia são trabalhadas pelas cooperativas credenciadas. Além do Ecoponto Panamá, bairros como Lageado, Nova Lima, Noroeste e União deverão ter unidades até o fim do ano.

(Com informações da assessoria)

Mais notícias