Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

VÍDEO: leitor flagra lombada com defeito no Parque dos Poderes

Situação já ocorreu no ano passado

Um leitor do Jornal Midiamax flagrou uma lombada eletrônica com defeito e marcando velocidade bem acima do que as dos carros que passavam pelo local estavam. O registro foi feito no último domingo (29), na Rua Presidente Manuel Ferraz de Campos Salles, na frente ao MPE-MS (Ministério Público Estadual), no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Nas imagens é possível ver que os carros passam em velocidade aparentemente compatível com a via, mas o aparelho registra velocidades acima dos 80 km/h.

Atualmente em Campo Grande, a maior parte dos radares fixos e lobadas eletrônicas estão desligadas, pois a Prefeitura da Capital suspendeu licitação que contrataria uma empresa para oferecer o serviço ao Município. As exceções são as lombadas do Parque dos Poderes que emitem multas, pois são de responsabilidade do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

Não é a primeira vez que as lombadas do Parque dos Poderes apresentam defeito. No começo do ano passado, condutores que passavam pelo local também registraram a situação em pelo menos duas datas diferentes.

A primeira, foi no dia 4 de janeiro, no equipamento instalado na Avenida do Poeta. Poucos dias depois, em 13 do mesmo mês, a lombada voltou a marcar velocidades incompatíveis com as que eram desenvolvidas pelos carros.

Na época o Detran MS informou que uma falha no circuito elétrico do painel eletrônico do equipamento estava causando o problema. O órgão garantiu que os condutores que respeitaram a velocidade não haviam sido multados na época desta falha.

Desta vez, o Jornal Midiamax pediu posicionamento do Detran no começo desta manhã e, até a publicação da matéria não obteve resposta.

Denúncias e reclamações

Envie diretamente para os jornalistas do Midiamax sua denúncia, flagrante ou sugestão.

Você nem precisa se identificar. A preservação da sua identidade é garantida constitucionalmente e o jornal respeita sua confiança em nosso trabalho. Quanto mais detalhes, documentos ou informações você enviar, mais rápido o trabalho dos repórteres.

Se estiver no celular e preferir, use o WhatsApp do jornal: (67) 99207-4330.

Você pode gostar também