Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

‘Ser prestativa e amorosa gerou ciúme nas outras meninas’, diz tio de Gabrielly em velório

Criança teria comprado presente para a professora

Familiares, crianças e amigos da Igreja Batista do Nova Lima fazem um culto nesta sexta-feira (07) durante o velório de Gabrielly Ximenes, de 10 anos, morta após sofrer complicações que teriam decorrido de agressões que sofreu de três colegas na saída da escola no último dia 29.

Muitas crianças que conheciam a menina acompanham a despedida e choram, junto aos pais, perto do pequeno caixão da estudante. O tio Célio Vilela, de 42 anos, lembra que uma das últimas vezes que encontrou a menina pelo bairro foi tentando comprar um presente para a professora. Muito querida, a família acredita que este tenha sido o motivo do possível ciúme das colegas.

“Ela estava com quatro reais na mão. Ela falou: tio, eu só tenho quatro reais, eu queria comprar uma lembrancinha para a minha professora. E tudo o que está aqui custa mais de dez reais. A minha esposa estava junto e disse para ela escolher. Ela foi lá, escolheu, a gente pagou e ela ficou toda feliz. Então eu acredito que ela ser prestativa e amorosa gerou ciúme nas outras meninas”, conta.

A cozinheira Patrícia da Silva, prima da mãe de Gabrielly, conta que a menina relatou que a colega de 10 anos, que teria participado da agressão, havia puxado o cabelo de Gabrielly dias antes. “Ela contou para a mãe, que foi na escola reclamar. Mas parece que ninguém fez nada”, diz.

Na noite desta quinta-feira, os amigos da escola foram até o velório da colega. Nesta manhã, permanecem no local apenas os familiares, vizinhos e membros da igreja.

Comentários
Carregando...