Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Prefeitura institui serviço de acolhimento em família e abre inscrições para cadastro

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) institui o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora e abre inscrições para o cadastro, avaliação e seleção de famílias interessadas em participar como Família Acolhedora. O lançamento oficial acontece nesta quinta-feira no auditório da Assomasul.

De acordo com o titular da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), José Mário Antunes da Silva o serviço busca oferecer o acolhimento temporário a crianças ou adolescentes em lares de famílias que estarão colaborando na construção de um futuro melhor para os jovens acolhidos. IMG_8849 (Copy)

“As famílias serão previamente selecionadas e cadastradas e vão acolher jovens afastados do convívio familiar por meio de medidas protetivas (ECA, artigo 101), e em situação em que as famílias ou responsáveis encontram-se, temporariamente, impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção”, frisa José Mário.

O prefeito Marquinhos Trad destaca que o Serviço Família Acolhedora prevê que a família que receber a criança ou adolescente em seu lar, voluntariamente, receberá o direito de levá-los e acompanhá-los em todas as atividades do cotidiano, incluindo escola, assistência à saúde e passeios externos.

“Embora ofertando acolhimento temporário, o que é diferente de adoção, a família prestará atendimento às suas necessidades de cuidado, atenção, carinho e afeto, até que ocorra a reintegração familiar”, diz Marquinhos.

A vice-prefeita, Adriane Lopes enalteceu a atitude da equipe de trabalho da SAS. “Nós temos um prefeito que nós da liberdade de trabalhar e nós temo muita para agradecer. Também não deixo de elogiar as famílias que emprestam o amor e seu carinho ao acolher as crianças em suas casas”.

O promotor da 33ª promotoria da Infância e da Juventude, Nicolau Bacarji Júnior destacou o importante trabalho quem vem sendo desenvolvido na SAS.

IMG_8980 (Copy)“Nosso dever é aprimorar os serviços e da uma melhor atenção às crianças que são retiradas de suas famílias e passam por medidas protetivas. Em Campo Grande são mais de 170 crianças que estão nessa situação. Considero muito importante a atitude da família que oportuniza a uma criança um lar mesmo que temporariamente. Dá nossa parte colocamos a promotoria à disposição para tirar duvidas e convoco os funcionários da Prefeitura para ajudar na divulgação desses serviços. Parabéns para todos que acolhem uma criança e dá o direito do convívio familiar”.

As famílias do sr. Aguinaldo e Maria de Lourdes e do Nicolau e Sandra fizeram a adoção e foram apresentas durante o evento.

Serviços:

O serviço oferecido busca reconstruir e fortalecer vínculos familiares e comunitários contribuirá para a superação da situação vivida pelas crianças e adolescentes, evitando-se assim as reincidências e agravamento da violência sofrida.

O Família Acolhedora também irá oferecer apoio psicossocial às famílias da criança ou adolescente, favorecendo a reestruturação para o retorno dos filhos, sempre que possível.

As famílias acolhedoras habilitadas no Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora assinarão um Termo de Adesão e Guarda Provisória e receberão um auxílio financeiro no valor de um salário mínimo por criança ou adolescente acolhido, que será repassado, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) e será disponibilizado durante o período necessário em que a criança permanecer em família acolhedora.

 

Família Acolhedora:

 

Inscrições por meio dos telefones 3314-4491 ou 3314-4493