Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Pontos biométricos são instalados em UPAs para controle de funcionários, divulga Sesau

Ponto biométrico vai substituir sistema manual

Para o controle de servidores, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), iniciou nesta segunda-feira (16) a instalação de sistema biométrico de registro eletrônico de ponto nas UPAS (Unidade de Pronto Atendimento) e em CRSs (Centro Regionais de Saúde). Sistema estará funcionando integralmente em até 60 dias. Investimento do sistema é de R$ 145 mil.

Além dessas unidades, a Sesau está implantando o sistema na própria sede administrativa e até o próximo mês devem ser instaladas também no Laboratório Central, no CEM (Centro de Especialidades Médicas), Almoxarifado, Vigilância Sanitária, entre outros setores da Saúde.

As primeiras unidades 24 horas a receberem o sistema foram a UPA Leblon, UPA Santa Mônica e a UPA Vila Almeida. Até o fim do mês, o sistema deve ser instalado nas 10 unidades da Rede de Urgência e Emergência.

Paralelamente a instalação dos aparelhos, será iniciado o processo de cadastramento digital dos servidores visando a preparação técnica dos equipamentos e alimentação do sistema com os dados do funcionalismo municipal.

Para o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, a medida visa dar mais segurança e transparência no controle de frequência dos servidores e atende uma necessidade imposta pelos órgãos fiscalizadores há anos.

“Esperamos que a medida traga mais segurança e transparência aos serviços, de modo a melhorar o atendimento à população, que é o nosso maior objetivo”, ressaltou o secretário.

Vilela ainda destaca que além de agilizar os processos administrativos, o ponto eletrônico trará benefícios para gestão em vários aspectos. “O sistema deve permitir ao setor de gestão de pessoas o benefício de possuir ferramentas que agilizem os processos da folha de pagamento, controle de horas trabalhadas, horas extras, entre outro” explica.

Você pode gostar também