Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Aplicativo de Campo Grande vai ‘entregar’ quem parar em vagas proibidas

App permitirá fotografar quem estaciona irregularmente em vagas de idoso e deficientes

Quem flagrar veículos estacionados indevidamente em vagas exclusivas para idosos ou deficientes físicos, em Campo Grande, vai poder denunciar o caso à Prefeitura por meio de um aplicativo de celular.

É o que propõe uma lei sancionada nesta quinta-feira (9) pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), que trata da criação de um Disque Denúncia por meio de aplicativos celulares no âmbito do município.

Segundo a lei, as denúncias cadastradas pelo aplicativo são enviadas direto à Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). A Prefeitura tem até 90 dias para pôr a ferramenta em funcionamento.

A denúncia deverá conter fotografias da parte traseira, dianteira e lateral do veículo, possibilitando a identificação do automóvel e a certificação de que se trata de vaga exclusiva utilizada por pessoa não credenciada.

O vereador João Cesar Matogrosso (PSDB), autor do projeto, justificou a proposição lembrando que por muitas vezes as denúncias de uso irregular de vaga exclusiva se tornam ineficazes, por falta de um mecanismo mais ágil para punir os motoristas.

O parlamentar alega que a proposta deve facilitar a identificação dos maus condutores, a exemplo do aplicativo “Parking Mobility”, utilizado nos Estados Unidos, que além de aplicar multas, obriga o motorista a passar por curso de atualização.

A proposta de lei foi sancionada sem vetos por Marquinhos. Segundo o texto, a lei deve ser custeada com dotação orçamentária própria da Prefeitura, ou ainda por meio de convênios com entidades públicas e particulares

Você pode gostar também