Publicidade

Em ação coletiva, 180 casais dizem “Sim” em cidade de MS

Justiça Itinerante tem história de mais 150 mil processos e quase 90% de acordos em 16 anos

Mais de 180 casais oficializaram a união em Nova Alvorada do Sul. Os casamentos foram realizados pelo ônibus da 8ª Vara do Juizado Especial de Campo Grande – Justiça Itinerante, no último sábado (24).

O ônibus ficou estacionado na frente da Secretaria de Assistência Social e superou as expectativas. Segundo a gestora da Assistência Social do município de Nova Alvorada do Sul, Lívia Dias, os casais que não conseguiram converter a união estável em casamento, em 2017, pediram à municipalidade para que fosse novamente realizada a ação da unidade do Judiciário estadual.
“As pessoas vinham nos procurar para saber quando o ônibus viria de novo. Então, anotamos os pedidos de cerca de 120 pessoas e solicitamos uma nova data para a Justiça Itinerante voltar. Ficou definido no mês de novembro com 180 vagas, mas conseguimos realizar 182. Um feito”, explicou Lívia.
O público que procurou o ônibus da Justiça Itinerante, na maioria, tinha um perfil de muitos anos de convivência em união estável.
A 2ª edição do casamento coletivo foi um dos grandes marcos em Nova Alvorada do Sul e a equipe da Justiça Itinerante, chefiada pelo juiz Cezar Luiz Miozzo, deixou a população muito satisfeita. “Pelo depoimento das pessoas e pela repercussão nas redes sociais, ficou claro que a ação foi muito importante na vida dos casais”, disse a gestora.
Saiba mais – Criada pela Resolução nº 353, de 3 de outubro de 2001, a Justiça Itinerante – como é conhecida – tem uma história de mais 150 mil processos e quase 90% de acordos em 16 anos de atuação em Campo Grande.
A Justiça Itinerante garante facilidade e rapidez nos serviços prestados, além de não gerar custo à população. Tem a competência de conciliar, processar e julgar causas cíveis de menor complexidade, cujo valor não exceda 40 salários mínimos, bem como as causas relativas ao direito de família.
Sob o comando do juiz Cezar Luiz Miozzo, o serviço percorre 16 bairros de Campo Grande prestando atendimento gratuito e fazendo valer os direitos da população, auxiliando e procurando solucionar suas pendências judiciais. (Com informações do TJMS)
Mais notícias