Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Idosa espera há 10 horas por ambulância para ser transferida a hospital

Maria Angélica tem problemas no coração e pulmão

A família da idosa Maria Angélica dos Santos Barbosa, de 76 anos, vive momentos de angústia neste domingo (12). Com problemas no coração e pulmão, a idosa está há quase 10 horas aguardando uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para transferi-la de posto de saúde para hospital.

Parentes de Maria disseram ao Jornal Midiamax que a paciente deu entrada no fim da tarde de ontem (11) no CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Coophavila II. Em razão da urgência do caso, a equipe médica precisou solicitar transferência para a idosa.

A vaga no Hospital Universitário foi aberta às 6h30 deste domingo, mas desde então a família espera por uma ambulância para fazer o transporte da paciente, que está respirando com ajuda de oxigênio.

Segundo os parentes, o estado de saúde de Maria Angélica é grave e médicos do CRS já informaram que a situação pode se agravar ainda mais se ela permanecer na unidade.

A informação repassada pelo atendimento do Samu aos parentes é de que apenas uma ambulância está em operação neste domingo.

No entanto, ao Jornal Midiamax a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que as 10 ambulâncias do Samu estão circulando na cidade. A demora no atendimento à idosa seria ocasionado pela quantidade de ocorrências que as ambulâncias estão atendendo.

Problema recorrente

No mês passado, denúncia de que várias ambulâncias quebradas prejudicavam o atendimento do Samu em Campo Grande veio à tona. Dois dias depois da reportagem sobre o assunto, os veículos foram consertados e parte deles voltou a rodar. (Colaborou Nathalia Pelzl)

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...