Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Greve encerra-se em MS e agências dos Correios abrem nesta terça

Mesmo após decisão do TST sobre planos de saúde

Em assembleia na noite desta segunda-feira (12), os trabalhadores dos Correios decidiram pelo encerramento da greve em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Sintect-MS (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul), o trabalho nas agências volta ao normal em todo estado nesta terça-feira (12). 

A decisão vai contra a orientação da Fentect (Federação Nacional dos Trabalhdores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), que é a de continuar com a paralisação após a decisão do TST (Tribunal Superior do Trabalho) em relação ao plano de saúde dos servidores.

Na noite desta segunda-feira (12), o TST decidiu que os empregados dos Correios e seus dependentes deverão pagar mensalidade para manter os planos de saúde. 

Greve nacional

A greve nacional foi convocada pela Fentect para ir contra a alteração no plano de saúde e devido à não realização de concursos públicos desde 2011, que seria para repor os funcionários que saíram da empresa.

Conforme o portal Uol, o quadro de funcionários da empresa teve uma redução de quase 20 mil pessoas nos últimos cinco anos. O número caiu de 125,4 mil empregados em 2013 para 106 mil.

Outro ponto questionado pelo sindicato, segundo, é o plano de demissão voluntária da empresa, que estaria pressionando os funcionários a fazer a adesão.

Ao portal, os Correios se manifestaram sobre a greve, informando que ” empresa entende que é um direito do trabalhador. No entanto, um movimento dessa natureza, neste momento, serve apenas para agravar ainda mais a situação delicada pela qual passam os Correios e afeta não apenas a empresa, mas também os próprios empregados”, afirmou a assessoria.

Você pode gostar também