Greve dos caminhoneiros: combustíveis começam a faltar nas bombas em MS

Na Capital, tem posto dispensando clientes porque não há mais gasolina e etanol

A greve dos caminhoneiros nas rodovias federais pelo país já começou a atingir os setores da indústria alimentícia, aeroportos e agora ameaça as bombas de combustíveis nos postos por Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande, já tem cliente de posto de combustível sendo dispensado, pois já não há gasolina para abastecer veículos.

O Jornal Midiamax periodicamente faz levantamento dos preços do combustível pela Capital. Frequentemente o Posto Pororoca se destaca por ter um dos preços abaixo da média na cidade e, por conta disso, a fila de motoristas querendo abastecer é constante.

Devido a essa procura, na tarde desta quarta-feira (23), a gasolina, que estava com preço de R$ 3,89/litro, e o etanol, R$ 2,89/litro, tiveram o estoque encerrados. A gerente do estabelecimento contou à reportagem que a central de distribuição da rede fica localizada às margens da rodovia e, por conta da greve dos caminhoneiros, combustíveis não estão chegando às bombas na cidade.

A equipe de frentistas do posto alertava os motoristas que se aproximavam, avisando que a unidade não estava mais abastecendo pela falta de gasolina e etanol. “Sempre tivemos um estoque e hoje ele se encerrou. Estamos orientando os clientes a irem até outra unidade da rede localizada na Avenida Bandeirantes, mas não sabemos até quando o estoque de lá vai permanecer”, disse a gerente.

Interior

Na região Leste do Estado, o preço da gasolina está, em média, R$ 4,79/litro, os moradores poderão ter imprevistos a partir da quinta-feira (24), pois os postos de combustíveis já começam a temer a falta de estoque.

Em Paranaíba, onde existem seis postos de combustíveis, quatro já estão com o estoque mínimo de gasolina e etanol.

Nas cidades da região de Paranaíba, como Cassilândia, Inocência, Aparecida do Taboado ao menos um dos postos localizados nos municípios, confirmaram que combustíveis poderão faltar às bombas já nesta quinta-feira (24), caso greve dos caminhoneiros continue.

Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel pelo 2º dia consecutivo

A Petrobras nesta quarta-feira (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. A partir desta quinta-feira (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês.

O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Mais notícias