Feriados atrasam coleta e acúmulo de lixo gera mau cheiro e reclamação

Solurb justifica que os feriados de final de ano comprometeram coletas

Na entrada de um condomínio na rua Neferson Clair Moraes, no bairro Cidade Morena, em Campo Grande, o volume de sacos de lixo toma conta da calçada. A situação por si só já aponta que o sistema de coleta urbana falhou. E os moradores não economizam nas reclamações. Leitores do Jornal Midiamax relaram o mesmo problema em outros Bairros da Capital. 

O primeiro problema citado é o mau cheiro, que de longe dá para sentir. Em seguida, a salubridade também preocupa os moradores. O porteiro do condomínio, Everaldo Lima, 41 anos, afirma que o último dia que o caminhão da Solurb, empresa responsável pela coleta na Capital, passou no local foi na sexta-feira passada, dia 29 de dezembro.

Segundo Everaldo, a coleta funciona no bairro sempre às segundas, quartas e sextas-feiras. “A partir das 10h o caminhão já começa a passar, então, no máximo às 9h o lixo já está todo aí na calçada, ou seja, tem saco aí neste monte que está desde a manhã de sexta. Está difícil até de trabalhar aqui por causa do cheiro”, reclama o porteiro.

Bem em frente ao condomínio, funciona uma padaria, que também sofre com a situação do lixo acumulado. O funcionário Henrique Magalhães, 18 anos, diz que o caminhão da Solurb até chegou a passar na região, mas na rua Neferson Clair Moraes os sacos ficaram para trás.

Esta mesma situação acontece em outros bairros de Campo Grande e a Solurb, concessionária responsável pela coleta de lixo, alega que os dois dias de feriado, 25 de dezembro e 1 de janeiro, resultaram em um volume extra de lixo e o cronograma ficou prejudicado.

A Solurb se pronunciou, em nota oficial, sobre a situação da coleta dos lixos neste início de ano em Campo Grande. Confira a resposta da empresa na íntegra:

“A CG Solurb Soluções Ambientais SPE Ltda., informa que em relação a falta de coleta de resíduos sólidos em alguns bairros do município na data de ontem, dia 03/01/2018, esclarece:

A coleta de resíduo sólido domiciliar e comercial nos bairros de Campo Grande, ocorrem em sua maioria em duas frequências pré-estabelecidas, sendo elas: segunda, quarta e sexta-feira, e, terça, quinta e sábado.

Ocorre que devido à ausência de coleta no feriado do dia 01/01/2018 (segunda-feira), os bairros que são atendidos na frequência de segunda, quarta e sexta tiveram a sua coleta de lixo prejudicada.

No dia 03/01 (quarta-feira) a coleta ocorreu normalmente, no entanto com o acúmulo de lixo, aliada a grande geração de resíduos nesta época do ano, não foi possível concluir a coleta em todos os bairros, atendidos por essa frequência.

Salientamos que todos os esforços operacionais possíveis, na tentativa de concluir o recolhimento dos resíduos de todas as residências foram realizados, sendo coletado no dia 03/01 mais de 1.600 toneladas de lixo domiciliar, quantidade essa que representa 84% a mais do que frequentemente é coletado diariamente em Campo Grande, que é em média 850 toneladas/dia.

Ressaltamos que, nossos coletores e motoristas trabalham em todos os feriados do ano, com exceção dos dias 25/12 e 01/01, os quais tem o direito de descanso assegurado através do acordo coletivo de trabalho.

Acrescentamos que amanhã as regiões afetadas pela coleta de lixo na data do dia 03/01 terão os serviços regularizado”.

Denúncias e reclamações

Envie  diretamente para os jornalistas do Midiamax sua denúncia, flagrante ou sugestão. Você nem precisa se identificar. A preservação da sua identidade é garantida constitucionalmente e o jornal respeita sua confiança em nosso trabalho. Quanto mais detalhes, documentos ou informações você enviar, mais rápido o trabalho dos repórteres.

Se estiver no celular e preferir, use o WhatsApp do jornal: (67) 99207-4330.

Feriados atrasam coleta e acúmulo de lixo gera mau cheiro e reclamação
Mais notícias