Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Exame especial em recém-nascidos será oferecido de graça na rede pública da Capital

Prefeito sancionou projeto aprovado na Câmara

A partir de agora, hospitais e maternidade públicos de Campo Grande deverão realizar exame especial em todos os recém-nascidos que apresentarem sinais que indicarem a Síndrome de Down. Lei aprovada na Câmara Municipal foi sancionada nesta terça-feira (2) pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

De acordo com a nova regra, o exame do cariótipo, aquele que analisa a quantidade e estrutura de cromossomos em uma célula, será custeado pelo município e, se necessário, poderá haver suplemento de verba para atender a demanda.

No início de dezembro quando teve o projeto aprovado na Câmara, o vereador Carlão (PSB), autor da proposta, afirmou que os impactos do exame seriam irrisórios aos cofres do município, mas trariam benefícios para várias famílias.

“Pessoas com síndrome de down com frequência apresentam características como hipotonia, comprometimento intelectual, alterações anatômicas e fisiológicas peculiares à síndrome que podem afetar o seu desenvolvimento físico e cognitivo de maneiras e intensidades variadas”, disse à época.

Realizado nos recém-nascidos, o teste do cariótipo leva em média 20 dias para ficar pronto e pode custar até R$ 500 na rede privada de saúde. Com o resultado, o médico pediatra responsável pelo bebê poderá definir melhor tratamento em caso de complicações. 

Você pode gostar também