Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Estado atrasa repasse e agentes de combates a endemias ficam sem incentivo mensal

Incentivo de R$ 477 faz falta aos trabalhadores

Quase todo mês agentes entram em contato com a imprensa para reclamar o atraso no incentivo de produtividade. O problema que geralmente costuma afetar os agentes comunitários de saúde mudou de lado e desta vez foram os agentes de combate a endemias e de saúde pública os prejudicados. A Prefeitura de Campo Grande afirma que o Estado atrasou o repasse do recurso desta vez.

“O Estado ainda não realizou o repasse das categorias: ACE (Agentes de Combate de Endemias) e dos ASP (Agentes de Saúde Pública). Quando concretizado o repasse, a Prefeitura faz o pagamento do servidor. Para os ACS (Agentes Comunitários de Saúde) o Estado realizou o repasse e o valor já foi depositado na conta do servidor”, explicou a Prefeitura.

Um agente de combate a endemias, que não quis se identificar, procurou o Jornal Midiamax para reclamar das dificuldades com o atraso. “Eles [Estado] repassam para Prefeitura todo início de mês, então no máximo até dia 20 a gente recebe. Para nós, eles pagam em dia, mas desta vez não sei o que aconteceu, ninguém dá nenhuma satisfação”, diz.

O profissional conta que o incentivo de produtividade no valor de R$ 477 faz falta e, com o atraso, algumas contas já estão atrasadas. “No caso de agentes de endemias foi a primeira vez que atrasou, mas sei que entre os colegas agentes comunitários acontece sempre”, diz.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Governo do Estado e não recebeu resposta até a publicação da matéria.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...