Empresa retira frota de trecho Corumbá-Campo Grande após estratégia de concorrente

Mesmo com liminar na Justiça garantindo direito, empresa optou pela desistência

A Seriema Transportes retirou sua frota de circulação do trecho Corumbá-Campo Grande após estratégia da empresa concorrente, a Andorinha. A empresa cortou o preço das passagens de R$ 125 para R$ 65 após a Seriema começar a oferecer passagens para o trecho.

Conforme o dono da Seriema, Edgar Cardoso, uma liminar na Justiça foi conquistada, garantindo à empresa o direito de fornecer uma segunda opção de transporte para os moradores que sempre precisam viajar de Corumbá a Campo Grande e vice-versa. Logo depois que as passagens começaram a ser vendidas, a Andorinha, empresa que faz o trajeto há 40 anos, baixou o preço das passagens quase pela metade e “obrigou” a Seriema a sair de jogo.

“Assim que entramos, a Andorinha deixou o preço da passagem a R$ 65. Estávamos sem passageiros e não estava ficando mais viável. Aí retiramos os ônibus”, disse ao Jornal Midiamax. Desta forma, apenas a Andorinha voltou a fazer o trecho.

Sem concorrência

Voltando a ter a hegemonia no transporte rodoviário entre as duas cidades, a Andorinha voltou a aplicar o preço anterior das passagens. Em plataforma online de venda de passagens rodoviárias, o ClickBus, é possível conferir, clicando aqui, que o valor das passagens entre Corumbá e Campo Grande voltaram a ser R$ 125.

Chicão Vianna (SD), vereador em Corumbá, contou a reportagem que a população havia ficado muito satisfeita com a chegada de uma nova empresa para fazer o transporte dos passageiros no trecho. Ele diz que a queda no preço da passagem não foi coincidência.

“Nesses dois anos do mandado, ficamos incansavelmente tratando sobre esse assunto [apenas Andorinha fazer o trajeto], porque a população precisa de uma concorrência, assim tendo preços mais concorridos, etc. Acontece que, quando a Seriema entrou, a Andorinha baixou quase que pela metade do preço a passagem e manteve. É claro que os passageiros vão para onde está mais barato, mas quando a Seriema saiu, o preço subiu de novo”, disse o vereador a reportagem.

O vereador acredita que, a queda no preço foi apenas uma manobra para retirar a concorrente. “Aparentemente fica claro que foi uma estratégia”, pontuou.

A reportagem entrou em contato com a Andorinha, mas até o fechamento desta matéria, a empresa não havia se posicionado.

Foto: Correio da Manhã

Abaixo-assinado

Em maio deste ano, os vereadores de Corumbá fizeram um abaixo-assinado online para impedir que o processo licitatório da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) abrisse disputa da concessão do transporte intermunicipal no trecho Corumbá-Ladário-Campo Grande. O documento teve 398 assinaturas.

Os moradores chegaram a fazer cartazes e manifestar o pedido de livre concorrência para o transporte nos trechos.

Mais notícias