Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Com recursos e parcerias, Prefeitura pretende recapear 285 km em ruas de Campo Grande

As obras devem acontecer em dois anos, confira as ruas contempladas

A Prefeitura de Campo Grande planeja executar nos próximos dois anos 285 km de recapeamento. Até então, a gestão recuperou 45 km de asfalto nas ruas da Capital, com recapeamento e microrrevestimento.

Entre as obras, está o quadrilátero central, os corredores do transporte coletivo, além de ruas estratégicas ao sistema viário. Para viabilizar as obras, serão aplicados recursos do PAC (Programa de Aceleração ao Crescimento) Pavimentação, Projeto de Mobilidade Urbana, recursos do Orçamento Geral da União, viabilizado por emenda de bancada; recursos de um financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), em contratação, além de parcerias com o Governo do Estado e a Águas Guariroba.

Com recursos do PAC Pavimentação, em torno de R$ 40 milhões, a Prefeitura pretende executar 40 km de recapeamento, em regiões da cidade como Nova Lima, onde já está sendo duplicada e será recapeada a Avenida Zulmira Borba e está na programação o mesmo serviço na Jerônimo de Albuquerque e na Marques de Herval.

Haverá frentes de serviços no José Tavares, Atlântico Sul, Residencial Bellinati, Nova Campo Grande, Santa Luzia e Jardim Anache, que terá a avenida Lino Villacha com o asfalto refeito.   O contrato de financiamento firmado com a Caixa, permite a destinação de 20% dos recursos para restauração do pavimento.

Com recursos do projeto de mobilidade urbana será possível recapear 30 quilômetros, abrangendo avenida Bandeirantes; Rua Bahia, avenidas Calógeras, Gury Marques e Costa Silva, nos trechos entre os terminais Guaicurus e Morenão.

O projeto técnico encaminhado ao BNDES contempla o recapeamento de 7 km da avenida Gury Marques, entre o Terminal Guaicurus e a entrada das Moreninhas, obra orçada em R$ 18 milhões. O trecho inicial da avenida, quatro pistas que somam 5 km entre o terminal Guaicurus e a Via Morena, está contemplado no Mobilidade Urbana. Integra o corredor sul, ligação da área central com os terminais Morenão e Guaicurus.

Também está previsto o recapeamento de 4,3 km da Avenida Costa Silva, desde a rotatória da Coca-Cola até a Avenida Calógeras, obra orçada em R$ 8 milhões. As obras na Rua Rui Barbosa, de 4 km de extensão, estão orçadas em R$ 10 milhões. Na avenida Coronel Antonino serão investidos R$ 4 milhões no trecho de 1,7 km entre a rua Bahia e a avenida Assaf Trad.

Na Rua Alegrete, mais R$ 14 milhões, onde o custo é maior por causa do projeto de drenagem que eliminará os problemas de alagamento na região. Na rua 25 de Dezembro, a previsão é destinar R$ 5 milhões para recapear 2 km.

A liberação de R$ 28 milhões da emenda de bancada ao Orçamento da União, assegura mais 43 km de recapeamento; enquanto parcerias com a Água Guariroba e Governo do Estado  garantiriam mais 121 km de recuperação do pavimento.

(com informações da PMCG)

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...