Casas abandonadas preocupam moradores pelo risco dengue

Sesau informou que irá vistoriar o local

Em pleno período de reprodução do Aedes aegypti, mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya, duas casas estão preocupando os moradores do Jardim Campo Alto, na Capital, por serem o ambiente perfeito para o vetor. De acordo com um morador, os terrenos estão sujos e com muitos materiais descartados.

Um morador da região relatou ao Jornal Midiamax que há cerca de seis meses as casas, localizadas na rua Aluízio Gomes da Silva Filho, se encontram abandonadas. Em um dos locais, seria até mesmo utilizado como ponto de materiais recicláveis segundo o morador.

Além da sujeira no torno das residências, o mato alto é outro aspecto que preocupa. “Estamos passando por um período de infestação de dengue e outras doenças mais”, observa.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que irá vistoriar o local e notificar o proprietário do imóvel.

A secretaria orienta a população ainda que no caso de casas abandonadas “as denúncias podem ser realizadas na Ouvidoria SUS [Sistema Único de Saúde] pelo telefone 3314-9955 [atende ligações a cobrar] e a demanda é encaminhada para o setor responsável para a vistoria e posterior notificação”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

 

Mais notícias