Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Caravana da Saúde começa a atender neste sábado em hospitais e no Parque Ayrton Senna

Governo pretender atender 50 mil pessoas

Carlos Alberto Coimbra | Foto: Henrique Kawaminami

Com o objetivo de reduzir as filas de espera dos pacientes e de atender mais de 18 mil cirurgias e 32 mil consultas, a Caravana da Saúde começará neste sábado (23), em Campo Grande. A novidade é que desta vez os atendimentos serão realizados nos hospitais da cidade e em estrutura montada no Parque Ayrton Senna.

No parque, foi explicado que os atendimentos serão realizados até o dia 6 de julho e lá serão oferecidas consultas de várias especialidades e algumas cirurgias oftalmológicas, como vitrectomia, catarata, pterígio e yag laser, além de procedimentos vasculares, com duas técnicas para retirar varizes.

Os demais procedimentos serão feitos apenas nos hospitais Santa Casa, Maternidade Cândido Mariano, Hospital Regional e Hospital São Julião. Nas unidades de saúde, os atendimentos acontecerão até o final do ano.

Lá acontecerão consultas de dermatologia, vascular, ginecologia e mastologia, gastroenterologia, pneumologia, cardiologia, urologia, neurologia e cirurgia geral, como hérnia, vesícula e etc.

Os exames que serão feitos são de laboratórios, mamografias, ultrassom das mamas, Papanicolau (preventivo colo do útero) e biopsia bucal. Cidades do interior como Maracaju e Costa Rica, receberão atendimentos de cirurgias oferecidos pela Caravana.

Pacientes atendidos por encaixe

Durante a coletiva de imprensa concedida na tarde desta sexta-feira (22), o Secretário de Saúde do Estado, dr° Carlos Alberto Coimbra, comentou sobre outra novidade da Caravana neste ano. Como os pacientes já vêm regulados das unidades hospitalares e, aqueles que não comparecerem, outros pacientes poderão ser atendidos no lugar, realizando um “mutirão de encaixe”.

Novos instrumentos

Coimbra ainda fala sobre a nova liberação de verba para novos instrumentos cirúrgicos em hospitais de 17 municípios do interior.

A cidade que mais receberá investimentos será Dourados, com R$ 1 milhão liberados para a compra de novos instrumentos. Confira a lista das cidades beneficiadas.

Dourados: R$ 1 milhão

Três Lagoas: R$ 346 mil

Ponta Porã: R$ 592 mil

Jardim: R$ 102 mil

Nova Andradina: R$ 186 mil

Fátima do Sul: R$ 67 mil

Naviraí: R$ 185 mil

Paranaíba: R$ 171 mil

Bataguassu: R$ 131 mil

Chapadão do Sul: R$ 131 mil

São Gabriel do Oeste: R$ 162 mil

Aquidauana: R$ 348 mil

Amambai: R$ 78 mil

Corumbá: R$ 352 mil

Coxim: R$ 153 mil

Sidrolândia: R$ 71 mil

Maracaju: R$ 178

Você pode gostar também