Campo-grandense comemora e já espera o fim do horário de verão

Relógios devem ser atrasados em uma hora, no próximo sábado (17)

O horário de verão só termina no próximo sábado (17), mas em Campo Grande já tem muita gente dando “graças a Deus” que ele vai embora. A reportagem do Jornal Midiamax percorreu as ruas do centro da Capital, nesta quinta-feira (15), para ouvir o que o campo-grandense pensa a respeito desse tema que divide opiniões em todo canto.

“Para mim não faz muita diferença não, porque eu voltei de São Paulo há pouco tempo, então para mim fica na mesma. Talvez eu sinta um pouco agora quando acabar e eu tiver que me readaptar ao horário de Mato Grosso do Sul”, comenta o músico Sebastião Ferreira de Brito, de 60 anos, integrante da dupla Rivair e Rivamar.

Já o desgosto de José Leocadio Fernandes, de 60 anos, com o horário de verão tem uma causa específica: a insegurança. “A gente acorda cedo para trabalhar, com o céu ainda escuro e a bandidagem se aproveita da falta de policiamento nas ruas”, reclama o pintor, que já foi assaltado duas vezes, enquanto esperava o ônibus para chegar ao trabalho.

O pecuarista Aniceto de Araújo Chaves reclama que o horário de funcionamento dos comércios não costuma ser adaptado durante o período em que o horário de verão está em vigor no estado. “Do jeito que está, a gente sai é perdendo tempo. De que adianta alterar as horas só no relógio, mas a rotina na cidade continuar a mesma?”, questiona o idoso de 84 anos.Campo-grandense comemora e já espera o fim do horário de verão

“Nesse horário dá a impressão de que o dia passa mais rápido. De manhã cedo quando eu saio para trabalhar ainda está escuro, quando eu volto para casa já está de noite de novo. Não dá tempo de fazer nada”, desabafa Walter Santos, de 50 anos.

O aposentado Aparecido Gimenes, de 51 anos, deixou bem claro não suporta o horário de verão e que não vê a hora dele finalmente acabar. “Esse horário é muito traiçoeiro com a gente. Estou feliz que ele vai acabar. O tempo passa rápido demais e a gente perde de aproveitar a vida”, finaliza.

O horário de verão teve início no dia 15 de outubro de 2017 e será encerrado em Mato Grosso do Sul e em outros nove estados, além do Distrito Federal à meia noite de sábado (17). Os relógios devem ser atrasados em uma hora.

Campo-grandense comemora e já espera o fim do horário de verão
Mais notícias