VÍDEO: empresas são multadas após leitores flagrarem corte de árvores

Corte de árvores foi filmado

Em menos de 24 horas, o Jornal Midiamax recebeu dois flagrantes de cortes de árvores, supostamente irregulares. No primeiro, uma leitora informou sobre o corte de um jacarandá no cruzamento das ruas Antônio Maria Coelho e Doutor Arthur Jorge. 

Nas imagens  é possível ver que o procedimento era feito, no último domingo (23), com uma retroescavadeira. “Parece que estão arrancando essa árvore. Me pergunto se não é um crime ambiental”, questiona a leitora.

Em outro flagrante, feito na manhã desta segunda-feira (24), um leitor registrou a remoção de árvores na frente de uma universidade particular, Rua Abrão Júlio Rahe. “Gostaria de saber se tinham autorização ou não. Já que tanto se discute sobre a preservação das árvores na cidade”, indaga o leitor.

O Jornal Midiamax buscou junto à Semadur (Secretaria Municipal do e Gestão Urbana) informações sobre os cortes. O órgão da prefeitura informou que não concedeu autorização em nenhum dos casos. 

“A Semadur informa que foi encaminhada fiscalização nos locais citados e constatadas as irregularidades, ambos os casos não tinham autorização. 

Desta forma, os mesmos serão autuados de acordo com os Artigos 16, 19 e 21 da Lei Complementar n. 184, que dispõe sobre o Plano Diretor de Arborização Urbana. As multas para os casos de podas e remoções irregulares variam entre R$ 456,46 a R$ 15.824,22”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

VÍDEO: empresas são multadas após leitores flagrarem corte de árvores
Mais notícias