Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Moradores reclamam de lixo acumulado, mas entendem motivos de greve

Falta de pagamento interrompeu serviço na Capital

Os funcionários da Solurb, empresa responsável pela coleta de lixo na Capital, paralisaram as atividades nesta sexta-feira (07), após rejeitarem uma proposta feita pela empresa em razão da falta de pagamento do salário. Por esse motivo a coleta não foi feita o que incomodou moradores.

Para uma moradora do bairro Tiradentes, que preferiu não se identificar, a coleta fez falta sim e se a greve continuar vai ficar complicado. “Foi só hoje ainda, mas já incomodou o cheiro ruim. Se até a segunda-feira eles não recolherem o lixo vai ficar bem complicado”, disse a mulher.

No Jardim Itamaracá, José Pedro Barbosa, 77 anos, aposentado, entende os motivos da paralisação, mas se sentiu incomodado com a falta do serviço na rua. “Aqui junta muito lixo. Eu sei que eles paralisaram porque não receberam o pagamento, mas se demorar para voltar vai ficar bem complicado”, contou o idoso.

A técnica de enfermagem, Loreyne Cardoso dos Santos, 23 anos. Disse à reportagem do Jornal Midiamax, que se sentiu muito incomodada com o mau cheiro. “Eu tenho um bebezinho de 1 ano e 3 meses, o cheiro ruim incomoda muito. Tem os cachorros aqui na rua, e eles rasgam o saco. Se até segunda eles não voltarem a trabalhar vai ficar muito ruim”, afirmou.

A paralisação

Durante assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (7), os funcionários rejeitaram proposta feita pela empresa e decidiram manter a paralisação das atividades.

Segundo o presidente do Steac (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul), Wilson Gomes da Costa, a Solurb propôs que os funcionários esperassem até que o pagamento fosse efetuado na terça-feira (11).

"Eles não aceitaram. Por enquanto um grupo permanece no pátio da empresa até o fim do expediente, ás 15h40. Ainda temos a esperança de que a empresa tome alguma providência ainda hoje. Já é sexta-feira, o salário deveria ser pago ontem, as o ticket tinha de ser depositado no dia 1°", observa.

Conforme dados do sindicato, a empresa conta com 1.200 funcionários. Nesta manhã, 70% interromperam as atividades e outros 30% continuam trabalhando em escala de revezamento.

A solurb afirmou, por meio de nota oficial, que a coleta deve ser retomada às 19h desta sexta. A empresa também declarou que os salários dos funcionários “já estão sendo depositados a partir desse momento”.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...