Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

‘Há anos não tinha decoração’, rebate Marquinhos sobre críticas a luminárias

População reclamou de vagas ocupadas por decoração

“Nós não recebemos nenhum elogio, é só reclamação. São 16 vagas ao longo da Rua 14 de Julho, não são só em uma quadra”, explicou o prefeito Marquinhos Trad (PSD) durante agenda pública nesta sexta-feira (15) sobre as reclamações referentes a instalação de luminárias decorativas que ocupam vagas pela rua.

Muitos leitores que foram às compras na última semana reclamaram que as luminárias de Natal, enfeites colocados pela Prefeitura, ocupam vagas de estacionamento público, já escasso pelo Centro.

Outros discutiram até mesmo em relação à estética dos objetos. “Disseram que tem inspiração nas luminárias japonesas, mas eu não vi nada disso nelas não”, disse um dos leitores.

“Sabe, recebemos muitas críticas. Há anos não tinha decoração de Natal. Nós ocupamos vagas autorizadas, É difícil, muito difícil”, reclamou o prefeito durante a agenda pública.

A Prefeitura de Campo Grande planejou investir em torno de R$ 500 mil para a tradicional iluminação na área central da cidade e nos altos da Avenida Afonso Pena.

Tradicionalmente iluminada no fim do ano, a decoração da avenida Afonso Pena para o Natal ganhou novos arranjos e novas luminárias, diferentemente do final do ano passado, marcado pelo ‘improviso’.

Você pode gostar também