Depois de 3 meses, MS volta a ter saldo positivo na geração de empregos

Comércio foi responsável pelo resultado

Mato Grosso do Sul teve 722 novos postos de empregos com carteira assinada em outubro, segundo relatório do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego) compilado pelo Ministério do Trabalho, divulgado nesta segunda-feira (20). O resultado é a diferença entre as 13.010 admissões e os 12.614 desligamentos no estado.

O setor do comércio foi o que mais contribuiu para o resultado, com 754 novas vagas, o que pode refletir as contratações temporárias de fim de ano. Em seguida vem o setor de Serviços, com 250 contratações. O saldo não foi maior, devido às 720 demissões no setor de construção civil.

Os municípios que mais se destacaram são Campo Grande, com 574 novos postos de trabalho, e Dourados com 263. O maior saldo negativo ficou por conta de Três Lagoas, com -599 vagas.

O saldo acumulado em 2017 é de 4.058 pessoas com carteira assinada, já nos últimos 12 meses foram perdidas 6.199 vagas.

Desempenho nacional

No Brasil, o desempenho positivo se repete pelo 7º mês seguido, com saldo de 76.599 vagas, sendo este o mês de novembro com melhor resultado da série que começa em 2003. Além disso, desde 2013 o país não registrava, em outubro, número de contratações maior do que o de demissões.

Mais notícias