Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

‘Carência de mar’ leva campo-grandenses a passar férias em praias

Praias do Nordeste são as mais procuradas

Os campo-grandenses estão em busca de praias para passar as férias de fim de ano. Em duas agências de turismo na Capital, a grande procura é pelas praias do Nordeste, seguido de Santa Catarina. Outro aspecto deste 2017 é o aumento na procura por viagens neste fim de ano, um sinal de que os clientes estão conseguindo superar a crise econômica.

Na Veromundo Viagens, a diretora Cristina Albuquerque explicou que os principais destinos dos campo-grandenses são as praias. “O campo-grandense está procurando praia. Ou ele vai para Camboriú, Florianópolis ou então para o Nordeste, mas ele quer praia”, conta.

As cidades mais procuradas neste período são as cidades do Nordeste, conforme a diretora. “Ele [campo-grandense] está comprando mais Maceió, João Pessoa e Fortaleza”, destaca. Albuquerque explica que tem que vá de carro até os destinos, mas que neste caso, quem quer praia, acaba indo até Camboriú.

A diretora explica que o período que mais acumula reservas é o do Réveillon e em janeiro, onde as pessoas querem aproveitar as férias. “Natal é mais família. As pessoas nunca dividem a família para sair de férias. Então, é mais no Réveillon e em janeiro, que é o mês que as pessoas querem sair mesmo”, comenta. Até quem decidiu de última hora, está deixando a viagem dos sonhos para os próximos 4 meses devido aos preços cobrados na alta temporada.

Conforme a diretora, a procura por pacotes de viagens aumento cerca de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. Na visão dela, a situação financeira e política foi a responsável por derrubar a procura por viagens.

“Ano passado foi bem fraco, não só pelo problema financeiro, como também aquela crise política que veio no ano passado. Então, a estabilidade política do ano anterior causou uma insegurança nas pessoas sobre gastas, viajar”, explica.

O aumento da procura por viagens também foi observado na Viaje Mais Turismo. Conforme a sócia-proprietária, Alessandra Duailibi, devido à crise no país, muitas pessoas deixaram para viajar em cima da hora. “Tanto as companhias aéreas quanto os hoteleiros não conseguiram chegar em dezembro com 100% de venda dos seus produtos”, lembra.

Mas, com o ânimo e a condição financeira dos clientes melhorando, a sócia-proprietária confirma que na agência, os destinos mais procurados para esta época do ano são as praias pelo Brasil. “Os destinos de praia. Nordeste continua sendo o carro-chefe ainda. Se procuram muito também as praias de Santa Catarina, até porque muitos vão de carro, então, procuram só pelo hotel”, explica.

Destinos do MS

Nas duas agências, não há grande procura por parte do campo-grandense quando o assunto é viajar para outras cidades do Estado. Para Duailibi, o interior do Estado é uma opção para quem está em busca de sair da Capital, mas sem passa muito tempo viajando. Geralmente, os clientes procuram outros municípios quando se trata de feriados curtos.

Os destinos campeões por aqui são Bonito e Corumbá, em especial, pelo ecoturismo, conforme a sócia-proprietária. “É uma opção também para quem não quer fazer uma viagem muito longa”. Como exemplo, ela cita que algumas pessoas passam o Natal ou Réveillon em Bonito, para retornar à Capital logo em seguida. “É um destino sempre muito procurado”, afirma.

Na visão da gestora, outros locais que poderiam ser atrativos para as pessoas passam despercebidos por falta de divulgação. “Talvez outros destinos aqui do Estado que a gente sabe que tem cachoeiras e rios muito interessantes, não sejam tão procurados por falta de divulgação, por exemplo”, comenta.

Já na visão da diretora da Veromundo Viagens, muitas pessoas vão por conta próprias para outras cidades do Estado, sendo baixa a procura em agências de turismo. “Normalmente, as pessoas visitam os parentes”, explica.

Quem vem para Campo Grande?

Segundo último Boletim de Turismo e Cultura, divulgado pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) em setembro, muitas pessoas vêm para a Capital por motivo de lazer ou para visitar amigos e parentes.

De acordo com o boletim, em julho, 45,10% das pessoas vieram pelo lazer, enquanto 35,50% em agosto vieram ao município por conta de visita à outras pessoas. Em setembro, 31,06% passou pela Capital por conta do lazer.

Entre as cidades do Estado, Campo Grande recebe maior número de visitas vindo de Dourados, com 17,09%, e de Corumbá, com 15,38%. De fora do Estado, São Paulo detém o maior número de visitantes na Capital, com 20,26%, em setembro.

O principal destino no Estado de 29,33% para quem está de passagem pela cidade, é o Bonito. Já os bolivianos são os estrangeiros que mais visitam a Capital, com pelo menos 40% do número de visitantes de fora do país. 

Você pode gostar também