Brasil

Vereadora de SP faz boletim de ocorrência por sofrer ameaça na câmara

A vereadora de São Paulo Erika Hilton (PSOL) registrou um boletim de ocorrência nesta quarta-feira (27) em razão de ter sofrido ameaça dentro do prédio da Câmara dos Vereadores de São Paulo.  Segundo a parlamentar, na terça-feira (26), um homem, conhecido como “garçom reaça”, portando símbolos religiosos cristãos, foi até seu gabinete e tentou entrar. Assessores […]

Carolina Rocha Publicado em 28/01/2021, às 17h52

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução

A vereadora de São Paulo Erika Hilton (PSOL) registrou um boletim de ocorrência nesta quarta-feira (27) em razão de ter sofrido ameaça dentro do prédio da Câmara dos Vereadores de São Paulo. Vereadora de SP faz boletim de ocorrência por sofrer ameaça na câmara

Vereadora de SP faz boletim de ocorrência por sofrer ameaça na câmara

Segundo a parlamentar, na terça-feira (26), um homem, conhecido como “garçom reaça”, portando símbolos religiosos cristãos, foi até seu gabinete e tentou entrar. Assessores impediram o contato. O homem já teria ameaçado a parlamentar nas redes sociais e estaria sendo processado pela vereadora.

Mulher trans, Erika Hilton foi a candidata mais votada da Câmara dos Vereadores de São Paulo entre as mulheres. Entre vereadores e vereadoras, foi a sexta colocada, com 50.508 votos.

“Essas ameaças, essas perseguições, esses episódios lamentáveis que ocorreram nos últimos dias têm a tentativa de nos paralisar, de fazer com que a nossa política pautada nos direitos humanos, na equidade, no debate racial, de classe, de gênero, seja ceifada, nós não podemos permitir e precisamos de resposta”, disse a vereadora em suas redes sociais.

A parlamentar está processando cerca de 50 pessoas que teriam cometido ameaças transfóbicas e racistas contra ela nas redes sociais. Erika Hilton pediu ainda para ser escoltada pela Guarda Civil Municipal.

(Agência Brasil)

Jornal Midiamax