Brasil

Quem sai e quem fica: confira mudanças confirmadas em 6 ministérios de Bolsonaro

Em dia de pedidos de demissão e mudanças ordenadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Palácio do Planalto confirmou, no fim da tarde desta segunda-feira (29), alterações em seis ministérios. Confira abaixo como fica a composição do primeiro escalão com a reforma ministerial. As mudanças se iniciaram ainda pela manhã com saída do ministro […]

Aliny Mary Dias Publicado em 29/03/2021, às 17h52 - Atualizado às 17h57

Presidente da República, Jair Bolsonaro. (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Presidente da República, Jair Bolsonaro. (Foto: Isac Nóbrega/PR) - Presidente da República, Jair Bolsonaro. (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Em dia de pedidos de demissão e mudanças ordenadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Palácio do Planalto confirmou, no fim da tarde desta segunda-feira (29), alterações em seis ministérios. Confira abaixo como fica a composição do primeiro escalão com a reforma ministerial.

As mudanças se iniciaram ainda pela manhã com saída do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que mais cedo pediu demissão ao presidente. Depois, nota oficial sobre saída do general Fernando Azevedo e Silva, do Ministério da Defesa, também foi publicada.

Em comunicação oficial, o Palácio do Planalto confirmou as seguintes mudanças:

Ministério das Relações Exteriores
Sai: Ernesto Araújo. Entra: Carlos Alberto França

Ministério da Defesa
Sai: General Fernando Azevedo e Silva. Entra: General Braga Netto

Ministério da Justiça
Sai: André Mendonça. Entra: Delegado Anderson Torres

Casa Civil
Sai: General Braga Netto. Entra: General Luiz Eduardo Ramos

Secretaria de Governo
Sai: General Luiz Eduardo Ramos. Entra: Deputada Flávia Arruda

Advogacia-Geral da União (AGU)
Sai: José Levi Mello do Amaral Júnior. Entra: André Mendonça

Quem são os novos ministros?

  • Casa Civil da Presidência da República: Luiz Eduardo Ramos, atual ministro da Secretaria de Governo;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública: delegado da Polícia Federal Anderson Torres, atual secretário de Segurança Pública do Distrito Federal;
  • Ministério da Defesa: general Walter Souza Braga Netto, atual chefe da Casa Civil;
  • Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França, que atuava no cerimonial do Itamaraty;
  • Secretaria de Governo da Presidência da República: deputada federal Flávia Arruda (PL-DF);
  • Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça, que já chefiou a AGU no início do governo e estava atualmente no Ministério da Justiça.
Jornal Midiamax