Brasil

Pacheco: sanção ao projeto das vacinas foi reconhecimento de mérito do Congresso

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta quarta-feira, 10, que a sanção do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei que permite a compra de vacinas por Estados, municípios e iniciativa privada foi um ato importante que reconheceu o mérito do Congresso Nacional. Segundo Pacheco, os vetos de Bolsonaro a três pontos […]

Agência Estado Publicado em 10/03/2021, às 23h51

(Foto: Leonardo de França, Midiamax)
(Foto: Leonardo de França, Midiamax) - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta quarta-feira, 10, que a sanção do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei que permite a compra de vacinas por Estados, municípios e iniciativa privada foi um ato importante que reconheceu o mérito do Congresso Nacional.

Segundo Pacheco, os vetos de Bolsonaro a três pontos do texto não descaracterizaram o propósito da lei. “Manteve-se a essência do projeto, que é conferir à União segurança jurídica para poder contratar a aquisição de vacinas de laboratórios que fazem exigências muito restritivas, como é o caso da Pfizer”, disse, em coletiva há pouco.

Questionado sobre uma estimativa da participação da iniciativa privada no processo da vacinação, Pacheco afirmou que não dispõe de uma previsão com números. “Há uma grande expectativa da sociedade de participação da iniciativa privada”, disse o presidente do Senado.

O senador reforçou que o projeto para ampliar a compra de vacinas faz parte das últimas iniciativas do Congresso para aumentar a escala da vacinação e combater a pandemia no País.

Jornal Midiamax