Brasil

Ministério da Saúde inclui portadores de HIV em grupo de vacinação contra Covid-19

Pessoas de 18 a 59 anos que vivem com vírus HIV e Aids foram inseridas no grupo de comorbidades para vacinação contra o coronavírus. 

Dândara Genelhú Publicado em 30/03/2021, às 18h14

(Imagem: Ilustrativa)
(Imagem: Ilustrativa) - (Imagem: Ilustrativa)

Nesta terça-feira (30), o Ministério da Saúde atualizou os grupos de pessoas com prioridade para vacinação contra Covid-19. Assim, pessoas de 18 a 59 anos que vivem com vírus HIV e Aids foram inseridas no grupo de comorbidades e poderão se vacinar contra o coronavírus.

A iniciativa foi tomada para reduzir o impacto da pandemia neste grupo. Então, o Ministério espera diminuir o risco de hospitalização e óbito destas pessoas. Idosos a partir de 60 anos que vivem com os vírus já estavam inclusos nos grupos de risco, por causa da faixa etária.

O grupo de comorbidades deve ser vacinado após a imunização dos idosos. Lembrando que o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 contemplava maiores de 18 anos e com contagem de linfócitos T-CD4+.

Assim, pessoas que foram incluídas nos grupos de vacinação e já possuem dados atualizados em sistemas de informação do SUS (Sistema Único de Saúde), serão pré-cadastradas automaticamente.

No entanto, os que não forem pré-cadastrados, poderão solicitar a inclusão por meio das UDMs (Unidades Dispensadoras de Medicamentos). Estas unidades poderão fornecer declaração informando a inclusão da pessoa no grupo de vacinaçãio, para que este documento seja usado na imunização.

Jornal Midiamax