Marta publica mensagem ‘enigmática’ após crítica de Bolsonaro ao futebol feminino

A atacante Marta, craque da seleção brasileira, publicou, no , nesta segunda-feira, uma mensagem enigmática após o futebol feminino do País ser alvo de crítica de A eleita seis vezes melhor jogadora do mundo pela se pronunciou depois de Bolsonaro ter atacado uma questão na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sobre igualdade de gênero. O exercício comparava as a remuneração de Marta com a de .

Na rede social, a jogadora publicou uma foto treinando e colocou a legenda: “Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros…”. A reação de Marta veio horas depois de Bolsonaro ter comentado em uma conversa com apoiadores sobre uma questão do Enem, aplicado neste domingo. O presidente criticou o conteúdo de um enunciado, por considerá-lo inadequado e “ridículo”, segundo suas palavras.

“Não tem que ter comparação. feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o ganha por ano todos os times de futebol juntos não faturam no Brasil por ano. Como é que vai pagar para Marta o mesmo salário?”, questionou Bolsonaro. “Isso se chama iniciativa privada, ela que faz o salário, ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, faz questões absurdas sempre pregando igualdade, mas por baixo”, criticou.

“O banco de questões do Enem não é do meu governo, é de governos anteriores. Têm questões ali ridículas ainda, ridículas, tratando de assuntos…”, justificou Bolsonaro, que está na presidência da República desde janeiro de 2019.

A questão do Enem trazia dados de agosto de 2017 para comparar os salários de Marta e . A jogadora ganhava na época US$ 400 mil e já havia marcado 103 gols pela seleção, uma média de US$ 3,9 mil por gol. No caso de , o valor embolsado havia sido de US$ 14,5 milhões, mas com 50 gols marcados pelo Brasil. A média por gol, portanto, era de US$ 290 mil.

Marta publica mensagem 'enigmática' após crítica de Bolsonaro ao futebol feminino
Mais notícias