Brasil

Juiz decreta soltura de filho preso por dirigir bêbado e atropelar motociclista

O filho não negou a condição de embriaguez durante o acidente

Gabriel Neves Publicado em 05/04/2021, às 09h03

Juiz Noé Pacheco.
Juiz Noé Pacheco. - (Foto: Reprodução/Portal iG)

As atenções de juristas do Brasil inteiro se voltaram para a cidade de Floriano, no interior do Piauí. Isso porque um juiz concedeu liberdade ao próprio filho, que atropelou um motociclista enquanto dirigia bêbado.

Lucas Pacheco estaria alcoolizado, quando sai de carro. Ele se envolveu em um acidente ao atingir uma moto, foi detido e levado à delegacia.

Foi neste momento que o rapaz encontrou seu pai, Noé Pacheco: o juiz de plantão que concedeu a ele sua liberdade provisória.

O delegado responsável pela ocorrência explicou que “ele não nega nenhuma das informações em relação ao fato de ter ingerido bebida alcoólica, ele não nega em relação a questão do acidente. No entanto, após a chegada dele aqui percebe-se que se causou um alvoroço”.

De acordo com a legislação penal, um juiz não pode julgar ações que envolvam parentes de até 3° grau.

*As informação são do portal G1

Jornal Midiamax