Bolsonaro: conseguimos os insumos da China e as vacinas da Índia

O presidente (sem partido), comemorou, nesta segunda-feira (25), a obtenção de insumos chineses para a produção da Coronavac e as vacinas da Índia, ambos parte do Plano Nacional de Imunização para o combate ao novo coronavírus do País.

“Queria falar para o : conseguimos os insumos da e as vacinas da Índia”, disse o presidente se referindo ao apresentador do pela TV Globo , durante conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada. “Bonner falou que nossas relações estavam estremecidas. Ele continua sendo um sem-vergonha”, afirmou Bolsonaro.

“Ano passado o falou que a gente não ia conseguir nada porque eu cortei relação com a e com a Índia. Expletivo, os caras falam uma besteira dessa. Dois dias depois resolvemos tudo. Não é uma destorcidinha, os caras inventam”, completou o presidente.

Apesar das falas de Bolsonaro, reproduzidas nas redes sociais, sobre a liberação dos insumos para a produção e envase da Coronavac pelo Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, a gestão paulista divulgou nota há pouco rebatendo as declarações do presidente e afirmando que o “governo federal não teve participação na liberação de insumos chineses para a vacina do Butantan”.

Bolsonaro: conseguimos os insumos da China e as vacinas da Índia
Mais notícias