Professores da UFGD apostam no teatro como ferramenta no ensino de Química

Ao assistir uma peça de , as pessoas são levadas a diferentes emoções, vivendo uma realidade alternativa na qual tudo pode acontecer, ser discutido, modificado, remontado e ressignificado. Essa liberdade pode ser usada como uma ferramenta de ensino, desde a educação básica até a formação de professores.

Educadores de todo o Brasil já fazem uso do no ensino de Ciências e Química, e as experiências e reflexões de alguns deles fazem parte do livro  “O Teatro de Temática Científica na Formação de Química”, organizado pelos docentes da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia (FACET/),  Ademir de Souza Pereira, Adriana Marques de Oliveira e Vivian dos Santos Calixto.

O livro reúne relatos de pesquisadores vinculados à Federal da Grande Dourados (), do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Federal de São João Del Rei (UFSJ), Federal do Rio Grande (FURG) e Estadual de (UEMS).

“Tais vivências e experiências de pesquisas poderão auxiliar professores da Educação Básica e futuros professores em formação a articularem novas ideias para a divulgação científica por meio de ”, afirmam os organizadores do livro.

“As atividades descritas no livro envolvem situações integradas que abordam os diferentes processos de relação do Teatro com Temática Científica na constituição de saberes que podem envolver a relação dos cientistas, as questões humanas, históricas, culturais, econômicas, entre outras. Nesse contexto, a Ciência é utilizada como pano de fundo e narrativa central para discutir o conhecimento científico relacionado à formação inicial docente; e, por isso, convidamos os leitores a conhecer os trabalhos desenvolvidos pelo grupo da área de Educação em Ciências/Química”, convidam os professores Ademir, Adriana e Vivian.

FINANCIAMENTO

O livro foi lançado pela editora Appris e pode ser adquirido clicando aqui. A edição foi realizada com recursos do edital PROPP nº 14/2019, referente ao Programa de Apoio à Pesquisa da . O objetivo do edital é expandir as atividades de pesquisa, ampliar a produção científica de qualidade e fortalecer os programas de pós-graduação da .

Participaram da seleção os servidores efetivos da (professores e técnicos) coordenadores de projetos de pesquisa cadastrados na Coordenadoria de Pesquisa. O orçamento total disponível era de R$ 305.000,00 e poderia financiar manutenção de equipamentos laboratoriais, materiais de consumo, serviços de tradução, revisão e versão, publicações de artigos e livros, inscrições em eventos. (Informações da assessoria)

Professores da UFGD apostam no teatro como ferramenta no ensino de Química
Mais notícias