Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras

Projeto da estatal monitora costa do Ceará à Santa Catarina

O Projeto de Monitoramento de Praias (PMP), criado pela Petrobras em 2009 para atendimento de condicionantes ambientais de atividades de exploração e produção marítima de petróleo e gás, do litoral do Ceará até Santa Catarina, resgatou no primeiro semestre deste ano, nas praias que se estendem da Região Sul até o Espírito Santo, 3.084 pinguins. O número inclui até o dia de ontem (9). Os dados são atualizados diariamente.Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras

O PMP é desenvolvido em dez estados, ao longo da costa brasileira, à exceção de e da Paraíba, onde a Petrobras não tem operações no mar, cobrindo extensão de mais de três mil quilômetros. O programa é considerado o maior do mundo de monitoramento de praias.

De acordo com a gerente-geral de Licenciamento Ambiental da Petrobras, Daniele Lomba, o principal objetivo do projeto é identificar “a correlação das nossas atividades com a fauna marinha, para verificar se há algum tipo de impacto”.

O projeto conta com várias instituições parceiras. São 42 bases de fauna e veterinárias ao longo da costa brasileira que apoiam o projeto. “Ele começou pelo Nordeste, depois veio para a Bacia de Campos, no estado do e, depois, para a Bacia de , quando a companhia iniciou a exploração do pré-sal”, disse à Agência Brasil.

Na Bacia de , o projeto está operando desde 2015.

Recorde

Para os primeiros seis meses do ano, é o maior número registrado de resgate de pinguins pelo projeto nos últimos anos. No mesmo período, foram encontrados 91 pinguins, em 2017; 55, em 2018; 88, em 2019. Em todo o ano passado, foram encontrados 4.141 pinguins.

Daniele Lomba disse que as ocorrências de pinguins na costa brasileira são usuais no período do inverno, que se estende de 21 de junho a 22 de setembro. “Mas neste ano antecipou um pouquinho a chegada desses animais”. Os pesquisadores não sabem, ainda, o que originou esse aumento. A expectativa, entretanto, é que o número de pinguins vai crescer porque julho, agosto e setembro são os meses que apresentam anualmente maior número de ocorrências.

De acordo com informação da assessoria de imprensa da Petrobras, somente na primeira semana de julho apareceram 353 pinguins, sendo 176 no estado do . Este ano, houve o registro de 1.342 pinguins em Santa Catarina; 1.267, em ; 305, no ; e 170, no Paraná.

Petrobras resgatou este ano 3.084 pinguins nas praias brasileiras
Mais notícias