Pedido contra falsidade ideológica contra Bolsonaro é arquivado pelo STF

Celso de Mello enviou autos para a PGR e manifestou pelo arquivamento

A denúncia sobre a possível feita contra o presidente foi arquivada pelo ministro Celso de Mello, do (Supremo Tribunal Federal). A solicitação para que a notícia-crime fosse arquivada partiu diretamente da PGR (Procuradoria-Geral da República).

Quem iniciou o processo e direcionou a denúncia contra o presidente foram os senadores Randolfe Rodrigues e Fabiano Contarato, da Rede. Eles entenderam que o crime após o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro afirmar que não havia assinado o decreto que exonerou o diretor-geral da PF (Polícia Federal), Maurício Valeixo.

A notícia-crime enviada pelos senadores ao pedia que procurador Augusto Aras fosse intimado a denunciar o presidente pelo crime de . Porém, o ministro Celso de Mello apenas enviou autos para a PGR e manifestou o arquivamento do pedido.

Pedido contra falsidade ideológica contra Bolsonaro é arquivado pelo STF
Mais notícias