Nas redes sociais, ministro anuncia valor do auxílio, mas apaga post em seguida

Assessoria informou que deletou post porque informação estava errada

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, publicou nas redes sociais nesta quinta-feira (25), o que seria a notícia mais aguardada da semana para quem está recebendo o auxílio emergencial. A confirmação de que o governo pagaria mais três parcelas, sendo a primeira no valor de R$ 500, a segunda R$ 400, e a terceira R$ 300.

A alegria durou pouco, conforme apurou o G1, pois o ministro logo apagou o post. Caso a publicação fosse verídica, a proposta faria o benefício chegar a pelo menos R$ 229,5 bilhões, cerca de 53% de toda a transferência de renda já feita no programa desde seu início, em 2004, afirmou o ministro.

A assessoria de imprensa dele afirmou que a publicação foi apagada porque a informação estava errada e o assunto ainda está em discussão. Reunião nesta quinta-feira (25), entre o presidente , o ministro da Economia, , Onyx Lorenzoni, da Cidadania, Braga Netto, ministro da Casa Civil, o presidente do , Roberto Campos Neto, e o presidente da , Pedro Guimarães, deve decidir o valor das parcelas.

Nas redes sociais, ministro anuncia valor do auxílio, mas apaga post em seguida
Mais notícias