Ministério Regional reconhece estado de calamidade pública no Amapá

Estado continua com fornecimento de energia elétrica limitado por rodízio

O Ministério do Desenvolvimento Regional publicou, neste sábado (21), uma portaria reconhecendo estado de calamidade pública no , após deixar 14 cidades sem energia elétrica por 10 dias. População continua com fornecimento limitado e por sistema de rodízio.

De acordo com a Agência Brasil, na publicação do Diário Oficial da União, o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, reconhece que o desastre que o acidente na distribuidora causa nos moradores.

O já havia decretado estado de emergência, onde foram repassados cerca de R$ 21 milhões para aluguel de geradores e compra de combustível.

O estado de calamidade deve dar segurança jurídica e permite que o Governo Federal antecipe pagamentos de benefícios como aposentadoria e Bolsa Família.

Ministério Regional reconhece estado de calamidade pública no Amapá
Mais notícias