Maia volta à Câmara após isolamento por covid-19: ‘Usarei máscara até vacina’

Em seu primeiro retorno à desde a recuperação da covid-19, o presidente da Casa, (-RJ), deu um relato emocionado sobre o período de “isolamento e sofrimento” enquanto enfrentava a doença e avisou que continuará usando a máscara em locais públicos. “De hoje até a vacina, vou utilizar máscara em todo lugar público que estiver”, disse Maia.

No evento de lançamento da agenda legislativa da reforma administrativa, o presidente da Câmara ouviu da senadora Kátia Abreu (-TO) que poderia tirar a máscara para falar, uma vez que a estrutura havia sido toda montada respeitando protocolos de distanciamento. Ele mesmo assim manteve a proteção.

“Minha decisão de permanecer com máscara tem a ver com o que eu passei e muitos brasileiros estão passando e vão passar ainda até a vacina. A utilização da máscara é fundamental para que vírus não continue propagando e multiplicando de forma tão forte”, disse Maia.

A posição do presidente da Câmara contrasta com a do presidente , que já foi visto diversas vezes próximo a outras pessoas sem usar a proteção – que é obrigatória em locais públicos no Distrito Federal – e já afirmou que a máscara “tem eficácia quase nula”.

Maia não chegou a ser internado para tratar da covid-19, mas contou que chegou a ter mais de 20% do pulmão afetado pela infecção. “Não é brincadeira, não é uma doença fácil”, disse.

Ao agradecer mensagens de apoio que recebeu ao longo de seu período de isolamento, Maia contou que nem sempre pôde respondê-las porque recebeu recomendação médica para repousar, ou porque os próprios sintomas acabaram limitando sua disposição no dia a dia.

Maia volta à Câmara após isolamento por covid-19: 'Usarei máscara até vacina'
Mais notícias