Brasil

Jorge Oliveira deve deixar secretaria geral da Presidência para substituir Moro

Apontado como favorito para substituir o ex-ministro Sérgio Moro, o atual ministro da secretaria geral da Presidência da República, Jorge Oliveira, deverá ser anunciado o novo ministro da Justiça. Conforme a imprensa nacional, ele aceitou a vaga após insistência do presidente. Ele é tido como favorito não apenas do presidente, mas de sua família. Seu pai, […]

Danúbia Burema Publicado em 26/04/2020, às 08h51 - Atualizado às 16h18

Jorge Oliveira (Foto: Antonio Cruz, Agência Brasil)
Jorge Oliveira (Foto: Antonio Cruz, Agência Brasil) - Jorge Oliveira (Foto: Antonio Cruz, Agência Brasil)

Apontado como favorito para substituir o ex-ministro Sérgio Moro, o atual ministro da secretaria geral da Presidência da República, Jorge Oliveira, deverá ser anunciado o novo ministro da Justiça. Conforme a imprensa nacional, ele aceitou a vaga após insistência do presidente.

Ele é tido como favorito não apenas do presidente, mas de sua família. Seu pai, o capitão do Exército Jorge Francisco, morto em 2018, foi chefe de gabinete de Bolsonaro durante 20 anos.

Oficial aposentado da Polícia Militar do Distrito Federal, Jorge já foi chefe de gabinete do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), na Câmara dos Deputados, em seu primeiro mandato. Recentemente, ele tem atuado também como ‘consultor’ do presidente para assuntos jurídicos.

Segundo o Estadão, a escolha de seu nome é vista como segura por aliados de Bolsonaro. Ele assumiu a secretaria geral da Presidência em junho do ano passado e já teria tido, inclusive, o nome cotado para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal).

Saída polêmica

Moro anunciou na sexta-feira (24) sua demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, alegando que o presidente insistia na troca do comando da Polícia Federal para ter acesso a dados sigilosos, inclusive de investigações em andamento.

Jornal Midiamax