Doria rechaça ataques de Bolsonaro contra o Congresso e Rodrigo Maia

Bolsonaro disse que Maia "quase conspirou contra o Brasil", "colocou os governadores contra o presidente" e "queria enfiar a faca no governo federal"

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse rechaçar os desferidos contra o Congresso e, em especial, contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ontem, pelo presidente . Segundo Doria, “quem agride a Câmara, agride a democracia. Quem agride o Legislativo, não respeita o processo democrático”.

O governador disse nesta sexta-feira, 17, estender a sua solidariedade aos parlamentares que votaram para ampliar o envio recursos aos Estados, ao , seu presidente o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), e ao Poder Judiciário e Supremo Tribunal Federal – que segundo Doria, é “injustamente atacado”.

Nesta quinta-feira, em entrevista à CNN Brasil, Bolsonaro disse que Maia “quase conspirou contra o Brasil”, “colocou os governadores contra o presidente” e “queria enfiar a faca no governo federal”.

Doria rechaça ataques de Bolsonaro contra o Congresso e Rodrigo Maia
Mais notícias