‘Deveria ficar em prisão perpétua’, diz filho do goleiro Bruno que mora em MS

Suspeito de matar Eliza e dar restos para cães comerem, ex-goleiro do Flamengo virou garoto-propaganda de canil

Bruninho Samúdio, filho do goleiro Bruno Fernandes e da modelo , reforçou neste domingo (09), , o que sente em relação ao goleiro Bruno. Em uma entrevista ao site ContilNet, o garoto de 10 anos afirmou que se sente ameaçado até hoje pelo jogador, condenado pela Justiça a 20 anos e 9 meses pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza, em 2010.

“No mínimo, ele deveria ficar em prisão perpétua. Acho uma sacanagem tirar a vida de um ser humano. Não existe nenhum motivo que explique isso. Nenhum. Infelizmente ele é uma ameaça para a sociedade, e eu me sinto muito ameaçado com isso”, afirmou Bruninho.

No Dia das Crianças do ano passado, Bruninho admitiu que não reconhecia Bruno como seu pai e gostaria até de mudar de nome. Em junho deste ano, Bruno virou garoto-propaganda de um canil.

No início de agosto, o goleiro foi anunciado como novo reforço do Rio Branco FC, e ele pode jogar pelo clube no da Série D.

'Deveria ficar em prisão perpétua', diz filho do goleiro Bruno que mora em MS
Mais notícias