Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro é adiado

Data ainda será discutida em futura reunião entre Liesa e presidentes das escolas de samba

Após reunião nessa quinta-feira (24), presidentes das escolas de samba e a Liesa (Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) decidiram adiar o tradicional desfile do Carnaval 2021. O evento não será realizado em fevereiro, como medida de segurança devido a pandemia do novo coronavírus.

Sobre a decisão tomada, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, afirmou que “a ciência evoluiu bastante, mas não a ponto de nos dar garantir de que em fevereiro a gente teria a população imunizada”.

Entretanto, a reunião terminou sem uma data definida para o evento. Apesar de não haver decisão, os meses de abril e maio chegaram a ser discutidos pelos presentes.

Devido a outros eventos, como Olimpíadas e , o presidente da Liga afirmou que é preciso discutir sobre a efetividade de realização nos meses de junho e julho.

“A gente vai ter que analisar e ouvir as autoridades sanitárias. Estamos seguindo a regra definida pelas autoridades. Sabemos que, no momento, eventos de grande aglomeração não estão permitidos.”

Outra discussão é sobre o modelo do desfile, uma vez que não pode haver aglomeração de pessoas, como na forma tradicional. “Tem a possibilidade de trabalhar de forma alternativa o samba-enredo das escolas. Tudo está sendo analisado”, afirmou Castanheira.

Uma nova reunião deve ser feita nos próximos meses para decidir o futuro do Carnaval no Rio. A decisão para adiamento foi unânime.

(Com informações da Brasil)

Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro é adiado
Mais notícias