Coronavírus: Prefeito de SP determina suspensão dos bloqueios de trânsito na cidade

Medidas levaram São Paulo a registrar congestionamentos e pontos de lentidão

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), determinou a suspensão dos bloqueios de em avenidas da capital paulista. A medida já começa a valer a partir desta quarta-feira, 6. Montadas pela prefeitura com o objetivo de elevar as taxas de isolamento social – que ainda estão abaixo do índice previsto pelas autoridades -, as interdições sofreram duras críticas e são alvo de um inquérito civil do Ministério Público para “apurar os reflexos urbanísticos”.

Os bloqueios levaram São Paulo a registrar congestionamentos e pontos de lentidão.

O inquérito do MP considerou que a medida “acabou por causar congestionamentos e indesejáveis dificuldades para a circulação em geral”, inclusive de ambulâncias e profissionais de saúde.

A medida estabelecida pela prefeitura só durou dois dias. Na segunda, o bloqueio valeu para quatro grandes avenidas, uma em cada região da cidade. Na zona sul, a interdição foi no cruzamento das Avenidas Moreira Guimarães e Miruna. Na zona oeste, entre a Avenida Francisco Morato e Rua Sapetuba. Na região norte paulistana, no cruzamento das Avenidas Santos Dumont e do Estado.

Por fim, na zona leste, o bloqueio fica entre a Radial Leste e a Rua Pinhalzinho. As interdições, que de início foram realizadas apenas no horário de pico da manhã, das 7 horas às 9 horas, liberaram apenas uma faixa em quatro avenidas de grande circulação.

Já nesta terça, o bloqueio foi total, com liberação apenas para o transporte coletivo, ambulâncias e veículos de profissionais da saúde. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também instalou mais três pontos de bloqueio, na Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, na Avenida Santa Catarina e na Avenida Peri Ronchetti.

Os bloqueios foram pensados para propositalmente criar desconforto ao motorista, que diante do pode optar por ficar em casa. Mesmo assim, segundo dados do governo do Estado, a taxa de isolamento social na capital ficou em 48% no primeiro dia da medida.

Coronavírus: Prefeito de SP determina suspensão dos bloqueios de trânsito na cidade
Mais notícias