Cliente é condenada a pagar mais de R$ 7 mil após entrar com carro de teste-drive dentro de córrego

A motorista afirmou que o carro "parou de funcionar" após ela entrar na água

Uma cliente teve que pagar R$7.417,79 de indenização à uma concessionária após entrar com o carro de teste-drive dentro d’água. O caso aconteceu em Pouso Alegre, na região sul de . Segundo determinação da Justiça, o valor é referente ao gasto pela empresa no conserto do veículo.

A concessionária alegou que teve prejuízo após o motor do carro ser danificado. Segundo o processo, a motorista informou que o carro parou de funcionar após ela passar em um córrego. Já a empresa, alegou que os danos decorreram do mau uso e falta de cautela, uma vez que a cliente entrou com o carro na água.

A decisão foi da 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça mineiro. No recurso ao TJ, a concessionária afirmou que a cliente teve de assinar um termo de compromisso antes do teste-drive. A nova decisão foi tomada após desembargadores aceitarem o recurso apresentado pela empresa.

Além disso, a concessionária afirmou que o seguro cobre sinistro para uso normal do veículo, e que o caso não se aplica a essa garantia. Um check list das condições do veículo também foi anexado ao processo, mostrando que o carro estava sujo, molhado, com a tampa traseira amassada e não funcionava.

Na justificativa do relator desembargador Sérgio André da Fonseca, a mulher assumiu o risco de entrar com o veículo na água, apesar do modelo que ela dirigia fosse para uso nas vias terrestres rural e urbana.

(Com informações da Brasil)

Cliente é condenada a pagar mais de R$ 7 mil após entrar com carro de teste-drive dentro de córrego
Mais notícias