Bolsonaro escolhe desembargador federal para vaga aberta no STF

Presidente se reuniu com magistrado, que desejava ingressar no STJ

O presidente da República, , escolheu o desembargador Kassio Nunes, do TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) do Distrito Federal, para ocupar a vaga aberta no STF (Supremo Tribunal Federal) pela aposentadoria do ministro Celso de Mello.

Nunes não apareceu em nenhuma lista de candidatos. Segundo o jornal O Globo, o magistrado é católico é considerado um dos mais produtivos do País: por dia, assina 600 decisões em média.

Ele se reuniu ontem com o presidente. O presidente do , Davi Alcolumbre (DEM-AP), já foi comunicado da indicação.

Cabe agora à Casa Alta do Congresso Nacional sabatinar e aprovar o nome do desembargador para a mais alta corte do Brasil. Não há data para isso ocorrer.

Nunes trabalhava para ingressar no (Superior Tribunal de Justiça) há vários anos.

Celso de Mello iria se aposentar compulsoriamente em novembro, mas se antecipou em um mês. Os principais cotados eram os ministros Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência) e André Mendonça (Justiça).

Bolsonaro ainda pode indicar mais uma pessoa para o STF ainda neste mandato. Em 2021, é a vez de Marco Aurélio Mello se aposentar.

Bolsonaro escolhe desembargador federal para vaga aberta no STF
Mais notícias