Bolsonaro destina R$ 11,2 milhões para enfrentamento do coronavírus

A Medida Provisória assinada pelo presidente dará crédito extraordinário ao Ministério da Defesa

Foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (10) a MP (Medida Provisória), nº 921, de 7 de fevereiro, que abre crédito extraordinário, em favor do Ministério da Defesa, no valor de R$ 11.287.803,00 para ser aplicado no enfrentamento da “Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional Decorrente do Coronavírus”.

Até o momento não foi informado de que forma essa verba será utilizada, levando em consideração que o Brasil não tem casos confirmados da doença. No dia 07 de fevereiro o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que trata das medidas de enfrentamento emergencial, no âmbito da saúde pública, do novo coronavirus. A íntegra da Lei 13.979 foi publicada no Diário Oficial da União.

Os 34 brasileiros resgatados na China – são 31 repatriados e três diplomatas – chegaram à Base Aérea de Anápolis, em Goiás, na manhã de domingo (9). Eles vieram em dois aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) enviados ao país asiático na última quarta-feira (5).

O resgate foi feito na cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto mundial do coronavírus. As aeronaves também trouxeram quatro poloneses e um chinês que desembarcaram em Varsóvia, na Polônia, um dos locais de escala para abastecimento.

Número de mortes

O número de mortos pelo surto na China continental aumentou para 909, com 40.235 pessoas infectadas, de acordo com informações do site local CGTN, divulgadas nesta segunda-feira (10). Além disso, o Ministério das Relações Exteriores da China confirmou que dois estrangeiros morreram entre os 27 diagnosticados com a nova infecção por coronavírus.

Com informações da Agência Brasil.

Mais notícias