Bolsonaro decide demitir ministro da Saúde Mandetta, diz jornal

Decisão seria em razão de protagonismo de Mandetta em maio à crise do coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pode ser demitido do cargo ainda nesta segunda-feira (6), segundo o que publicou o Jornal O Globo. Conforme a reportagem, auxiliares do presidente teriam confirmado a informação a respeito da decisão do presidente.

A demissão se daria em ato oficial marcado para esta tarde, no Palácio do Planalto. Bolsonaro estaria insatisfeito com o protagonismo de Mandetta ao conduzir a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro deve se reunir ainda nesta segunda com todos os ministros para anunciar a decisão e publicá-la em Diário Oficial.

Osmar Terra, deputado federal pelo MDB-RS é o nome mais cotado, até o momento, para assumir o comando do Ministério, conforme O Globo.

Mandetta

Ex-deputado federal por Mato Grosso do Sul, Mandetta é médico ortopedista por formação e esteve à frente da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande de 2005 a 2010.

Filiado ao DEM, Mandetta foi eleito deputado federal em 2010 e 2014. Nas eleições de 2018, Mandetta não concorreu e desde a campanha presidencial de Jair Bolsonaro era apontado como o futuro chefe do Ministério da Saúde. Situação que se consolidou desde os primeiros anúncios de Bolsonaro sobre seu primeiro escalão.

Bolsonaro decide demitir ministro da Saúde Mandetta, diz jornal
Mais notícias