Após Twitter, Facebook e Instagram excluem vídeo de Bolsonaro que ‘pode causar danos às pessoas’

Facebook e o Instagram removeram nesta segunda-feira (30) um vídeo publicado por Jair Bolsonaro neste domingo (29), onde ele aparece em passeio em Brasília se posicionando novamente contra o isolamento social. Anteriormente, o Twitter já havia excluído duas publicações do presidente da República.

Segundo as redes sociais, a retirada ocorreu pelo fato das empresas entenderam que o conteúdo violou termos de uso dos serviços, que proíbem publicações contrárias à saúde pública ou que coloquem em risco as pessoas.

“Removemos conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”, afirmou um porta-voz do Facebook.

Bolsonaro foi contrário à todas as recomendações médicas e sanitárias feitas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e Ministério da Saúde, andando no comércio em Brasília e provocando aglomerações.

“Aquele remédio lá, hidroxicloroquina, está dando certo em tudo o que é lugar”, disse o presidente. O remédio, no entanto, não tem efeito comprovado cientificamente para o tratamento da doença.

Após Twitter, Facebook e Instagram excluem vídeo de Bolsonaro que ‘pode causar danos às pessoas’
Mais notícias