41 vítimas são identificadas no acidente entre ônibus e caminhão em SP

Uma força-tarefa foi criada para acelerar o processo de identificação dos corpos

O IML (Instituto Médico Legal) concluiu a identificação e liberação dos corpos das 41 vítimas fatais do acidente entre um ônibus e um caminhão, ocorrido na manhã desta quarta-feira (25), na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), em Taguaí, na região de Avaré, interior de São Paulo. 

Conforme o UOL, uma força-tarefa composta por cerca de 50 agentes das políticas Técnico-Científica e Civil do Estado de São Paulo, entre eles médicos legistas, auxiliares de necropsia e atendentes de necrotério, foi montada para garantir agilidade ao processo de legitimação e liberação dos corpos aos familiares.

A preservou o local do acidente e reforçou a segurança para quem buscava informações sobre as vítimas. Ao todo, 41 corpos foram devidamente identificados e liberados aos seus familiares. São eles:

Adriel Calebe Alves de Oliveira; Aline Fernanda de Oliveira Antunes, Ana Claudia dos Santos; Andressa Aparecida Espadia; Beatriz Monteiro da Silva; Bruno de Oliveira Faustino; Camila Cristina Franco Vergueiro; Carolina Coelho Batista; Claudinei Carlos Barboza; Edina Madalena da Silva; Edna Aparecida Lobo Batista; Elisângela Aparecida Mingote; Fabiana Gois Vieira; Fernanda Estefany Silva Pereira; Francis Kelly Aparecida Nunes; Geison Gonçalves Machado; Gustavo Ferreira de Oliveira; Ivonaldo da Silva Custódio; Jean Soares Alves; Josiel Aparecido Alves; Joyce dos Santos Flores;  Leandro Maximo Pereira; Leda Aparecida Estevam; Leda Aparecida Estevam; José Leme; Luciana da Silva Soares; Lucielem Firmino dos Santos; Lucineia Benedita Soldeira de Melo; Marciele Pedroso Nunes; Marcio Lima de Freitas; Maria Lúcia Martins Rocha; Niveo dos Santos Venâncio; Osani Lucio; Ramon Pereira de Lima; Regina Gonçalves Domingues; Ronivan Vilhena Augusto; Rosana Rodrigues de Oliveira; Tais Aparecida de Oliveira Ceara; Tiago Aparecido Aulfs; Valquíria de Oliveira Cruz; Vanessa Carolina Vieira dos Santos; e Wellington Aparecido Corrêa. 

As investigações sobre a colisão estão a cargo da Delegacia de Taguaí, que vai instaurar inquérito policial para apurar os fatos. Contudo, uma apuração preliminar aponta falha humana

41 vítimas são identificadas no acidente entre ônibus e caminhão em SP
Mais notícias