‘Vamos votar parecer da reforma amanhã’, diz líder do governo

O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), manifestou expectativa de que o relatório da reforma da Previdência seja votado nesta terça-feira, 23, na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, mas pontuou que ainda “não houve acordo” com o Centrão. O governo negocia alterações no parecer da proposta com líderes partidários, especialmente PP e PR.

Vitor Hugo declarou que até o fim da manhã desta terça um acordo deve ser fechado e que o governo está fazendo “todo o esforço” para aprovar a reforma na CCJ no mesmo dia. “Estamos bastante animados e achamos que há um clima muito favorável para aprovação no dia de amanhã”, disse, após reunião com o relator da reforma na CCJ, Marcelo Freitas (PSL-MG).

O líder ainda declarou que a questão do sigilo de dados detalhados que embasaram a formulação da reforma é “irrelevante”, porque as informações serão abertas após a votação da CCJ – que não analisa o mérito da medida – para debate na comissão especial da Câmara, a ser instalada na sequência.

“Nesse momento processual, a questão do mérito é irrelevante”, declarou o líder do governo, citando que nenhum outro presidente quando apresentou uma proposta de reforma da Previdência abriu os dados em um grau de detalhamento elevado. “Os dados serão liberados, mas no momento oportuno que permita uma discussão mais aprofundada em torno do mérito.”

Mais notícias