Líder do PCC e sócio de Minotauro é preso em condomínio de luxo em SC

Estava usando documentos falsos

Um dos líderes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e braço direito do narcotraficante Sérgio Quintiliano de Arruda, o ‘Minotauro’, foi preso em um condomínio de luxo em Santa Catarina. Jonas Silva Correa, conhecido como ‘Gordão’ estava usando documentos falsos.

A prisão de ‘Gordão’ aconteceu durante uma operação conjunta das Polícia Federal e da polícia de Santa Catarina. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas residências de parentes de Jonas, que foi levado para o presídio de Itajaí.

Segundo o Jornal Razão, o traficante estava usando uma identidade falsa, quando preso na última quarta-feira (17). ‘Gordão’ foi preso em 2015 pelo crime de tráfico de drogas, mas em 2017 foi resgatado de UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e estava foragido desde então.

Jonas é considerado um dos maiores aliados de Minotauro na disputa do controle do tráfico na fronteira. Sérgio de Arruda foi preso em Santa Catarina, em fevereiro deste ano.

Minotauro foi apontado como um dos envolvidos na morte do narcotraficante Jorge Rafaat, que foi assassinado em junho de 2016.

Mais notícias