Ex-comandante da PM de AL e subtenente são detidos com R$ 1,5 milhão em mala

Policiais estavam em carro alugado na rodovia Fernão Dias-MG, quando foram abordados pela PRF

O ex-comandante geral da Polícia Militar de Alagoas, Marcus Aurélio Pinheiro, e o subtenente reformado, Esperon Pereira dos Santos, foram detidos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na rodovia Fernão Dias, na cidade de Itatiaiuçu, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) com R$ 1,5 milhão em uma mala.

De acordo com informações da polícia, o fato aconteceu durante blitz policial que era realizada na rodovia, na quarta-feira (17). Ao abordar o veículo, que teria sido alugado em Belo Horizonte, os agentes identificaram duas malas contendo o dinheiro.

Os militares foram detidos para checagem dos fatos e levados para a delegacia de Divinópolis (MG), local onde foram ouvidos pelo delegado e teriam sido liberados após o fato.

Em nota divulgada à imprensa, o ex-comandante alegou que o dinheiro seria de um comerciante que iria comprar um imóvel no local. Ele também alegou que teria sido contratado por essa pessoa para atuar como segurança particular durante as tratativas.

“Pinheiro foi abordado por policiais rodoviários federais quando estava acompanhado de um comerciante que pretendia adquirir um imóvel de campo na região mineira. O coronel esclarece, ainda, que foi contratado pelo dito comerciante para acompanhar a negociação do imóvel, que não emplacou. A contratação terceirizada de segurança é um procedimento normal e dentro dos padrões da legalidade. Durante a abordagem, foi apresentado o contrato de compra e venda da propriedade, deixando os fatos esclarecidos para as autoridades policiais”, diz trecho do comunicado.

Segundo a defesa do ex-comandante, ele já está no processo de retorno para Alagoas. (Com agências)

Mais notícias